Nissan cria triciclo de titânio de vanguarda para o tricampeão paralímpico David Stone

Nissan cria triciclo de titânio de vanguarda para o tricampeão paralímpico David Stone

A Nissan usou sua experiência automotiva para apoiar o desempenho de David Stone, membro do Império Britânico (MBE), tricampeão paralímpico e oito vezes campeão Mundial, na sua busca pela vitória. Em colaboração com o Instituto Inglês de Esportes (EIS) e o Ciclismo Britânico, a equipe de inovação do Centro Técnico da Nissan Europa (NTCE) tem usado sua experiência em engenharia e inovação para desenvolver um novo triciclo.

A Equipe de Inovação Nissan iniciou o projeto em 2014, seguindo muitos dos procedimentos envolvidos na concepção de um carro. Depois de escanear a laser 3D o triciclo que David possuía na época, um processo normalmente reservado para criar modelos de barro, a equipe do departamento de design da Nissan Europa estabeleceu que o novo triciclo seria mais leve que o de aço híbrido/carbono e sua posição de condução mais baixa para melhorar significativamente a velocidade e estabilidade.

A equipe escolheu o titânio de grau 9 para criar o novo triciclo, conseguindo uma redução de peso de 18%. Seu foco seguiu a mesma filosofia de material e conceitos básicos que é aplicada ao sistema de escapamento de titânio leve utilizada no Nissan GT-R NISMO. Da mesma forma que um motorista do Nissan GT-R perceberia a redução de peso e a melhor aceleração, David perceberá que seu novo triciclo agora pode acelerar mais rápido na linha de largada e na saída das curvas lentas..”

Usar titânio ao invés do aço também permitiu à Nissan endurecer o quadro, que é a chave para a transferência da potência entre o piloto e a pista. Para medir a rigidez do triciclo atual do David, a análise modal altamente especializada foi realizada por engenheiros da Nissan, no qual os sensores são colocados por meio do quadro para medir a sua ressonância. O Nissan GT-R NISMO também foi testado e desenvolvido utilizando o mesmo método.”

Ao longo do processo, a Nissan também adotou outras técnicas, tais como o teste de “downhill” do triciclo em uma pista – similar à utilizada para calcular a eficiência aerodinâmica dos carros – e permitiu que David acessasse a câmara térmica que o preparou para as altas temperaturas do Rio de Janeiro durante seu treinamento.

Alec Patterson, Gerente de Pesquisa e Desenvolvimento de Projeto, que liderou o time de especialistas em inovação do Centro Técnico da Nissan na Europa (NTCE), explica: “A Nissan inicialmente discutiu com o EIS as formas que poderíamos utilizar nossas expertises em desenvolvimento de engenharia para o benefício dos atletas paralímpicos. O Projeto Trike (um modelo de bicicleta de três rodas) de David Stone foi escolhido por ter potencial de aprimoramento significativo e poder se beneficiar diretamente da nossa vasta experiência com produção e design de veículos”.

David Stone comentou: “Estes anos trabalhando com Alex e o time de Inovação da Nissan em Cranfield têm sido muito empolgantes. Eu nunca imaginei que poderia ter acesso a um time de especialistas em engenharia que criaria algo específico para mim. Estou ansioso para andar na minha nova trike no Rio e deixar todos os britânicos orgulhosos”.

Além do Projeto Trike, a Nissan Grã-Bretanha também forneceu consultoria ao EIS em vários outros aspectos sobre como o equipamento esportivo poderia ser otimizado. Isto incluiu suporte na identificação de um novo tipo de rodas para cadeira de rodas para o aquecimento dos atletas, feedback em relação a materiais para as luvas dos atletas de cadeiras de rodas e percepções de quais seriam os melhores tipos de materiais aderentes para as rodas das cadeiras de rodas em diversas condições.

A Nissan também ofereceu suporte ao velocista em cadeira de rodas, Richard Chiassaro, ao dar a ele uma nova cadeira de rodas após o atleta ter tido a sua vandalizada em Dezembro de 2015.